Notícias

Consumo total de energia cresce 4,9% no primeiro trimestre de 2019

O consumo consolidado de energia elétrica, cativo e livre (2.986,7 GWh), nas áreas de concessão do Grupo Energisa sinalizou crescimento menor em relação aos dois primeiros meses de 2019, avançando 0,8% em março comparativamente ao mesmo mês do ano anterior. Considerando o fornecimento não faturado, o volume registrado no mês foi de 3.083,4 GWh, contra 3.087,2 GWh em igual mês do ano passado. Esse desempenho justifica-se, em parte, ao feriado de carnaval deste ano, que ocorreu no mês de março, enquanto no ano anterior, essa festividade ocorreu no mês de fevereiro.

A classe residencial, apesar do efeito calendário, cresceu 1,8% no período. Destaque para o avanço dessa classe nas concessões da ESE (+4,5%), ETO (+3,6%), EMS (+3,5%) e EMT (+2,5%). Em Sergipe, as altas temperaturas foram determinantes para o incremento do consumo. Nas localidades das demais distribuidoras, de maneira geral, as temperaturas se mantiveram mais amenas, também justificando as taxas menores de crescimento do consumo em relação aos primeiros meses do ano. O clima mais ameno impactou a classe comercial, que registrou queda de 1,1% no consumo. A classe industrial, por sua vez, mostrou alta de 0,2% no consumo, com destaque nas concessões da EMS (+8,6%), EPB (+4,9%) e ETO (+4,5%). Nessas regiões, os setores de alimentos (abate de animais), madeira e minerais não metálicos foram os responsáveis pelos impactos positivos no consumo do mês.

Favorecido pela manutenção das altas temperaturas nos dois primeiros meses do exercício, o consumo de energia elétrica no mercado cativo e livre (9.025,3 GWh) do Grupo Energisa apresentou, no primeiro trimestre de 2019 (1T19), aumento de 4,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Considerando o fornecimento não faturado, o volume passa para 9.068,6 GWh, o que significa um aumento de 4,9% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. Destacou-se no trimestre, o crescimento de 6,3% no consumo da classe residencial.

Clique aqui para ler o Boletim de Relações com Investidores, edição de abril 2019

Última atualização em 

Close