Notícias

Temperaturas altas se mantém e consumo de energia sobe 6,1% em fevereiro de 2019

O consumo consolidado de energia elétrica, cativo e livre (2.991,8 GWh), nas áreas de concessão do Grupo Energisa manteve, em fevereiro de 2019, a sequência de crescimento, avançando 6,1% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Considerando o fornecimento não faturado, o volume registrado no mês foi de 2.941,5 GWh, crescimento de 7,6% na mesma base de comparação.

Esse desempenho foi influenciado pelo consumo das classes residencial, comercial e industrial, que concentram 78,2% do mercado consolidado da Energisa. O consumo da classe residencial foi impulsionado pelos resultados nas áreas de concessão da EMS (+15,0%), EMT e Ceron (+7,6%), e ETO (+6,1%), onde as temperaturas foram determinantes para esses incrementos. Em relação ao consumo industrial, quatro das onze distribuidoras do Grupo registraram crescimento acima de 10,0%, com destaque para o desempenho da EMS (+18,8%, favorecido pelos setores alimentício e de minerais não metálicos), ETO (+12,4%, impulsionado pelo setor alimentício), EMG (+12,7%, favorecido pelos setores alimentício, produtos de madeira e têxtil, que juntos concentram 63,0% do consumo da classe na distribuidora).

No 1º bimestre de 2019, favorecido pela manutenção das altas temperaturas, o consumo de energia elétrica no mercado cativo e livre (6.038,9 GWh) do Grupo Energisa apresentou, aumento de 6,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Considerando o fornecimento não faturado, o volume passa para 5.985,5 GWh, o que significa um aumento de 7,8% em relação ao mesmo bimestre do ano anterior.

Destaque no bimestre para o consumo de energia no mercado cativo e livre na região Centro-Oeste, com aumento de 11,9% na concessão da EMS, 7,7% na EMT. A concessão da ETO registrou 8,1% de avanço e a da ESS 11,2%.

Clique aqui para ler o Boletim de Relações com Investidores, edição de março 2019

Última atualização em 

Close